Queres mudar o mundo? Comece por você.

   Vamos mudar um pouco o contexto desse blog... Nesse mundo infinito, cheio de pensadores sobre dias melhores num futuro bem próximo, suponho que 99% das pessoas do mundo inteiro acham lindos e maravilhosos todas essas palavras revolucionárias mas são poucos aqueles que realmente agem da forma que falam e, blá blá blá blá blá.
    A verdade meu caro leitor, é que somos seres humanos, cheios de falhas e qualidades da qual desconhecemos em um mar de lamentações de nossas vidas. Já que, problemas sempre irão existir, todos nós somos dignos de errar, somos dignos de acertar, se arrepender, chorar, berrar... entre outras coisas.
    Lamentar é perda de tempo... Criticar, uma coisa que todos amam e fazem direto... Arrepender-se, já que na maioria das vezes damos valor às coisas quando perdemos elas por besteiras... Agora eu gostaria de ver, alguém que faz tudo isso no final do dia alegar que todas essas baboseiras de ‘os outros fazem, eu não’ não fazem parte de sua vida, já que ele sabe muito bem que rir dos momentos mais atrapalhados, gritar quando não dá mais pra ficar calado, criticar quando não acha certo, errar porque não tem como acertar sempre, chorar quando a dor for maior que o orgulho... Enfim, eu gostaria de ver uma pessoa que sabe de seus defeitos e mesmo assim não deixa de ter um sorriso no rosto e tentar ser uma pessoa melhor a cada dia.
    Falar é tão fácil. Eu mesma, posto diariamente palavras otimistas, de grandes e eternos escritores que marcaram a história com seus pensamentos. Escrevo também algumas coisas quando quero mostrar para alguém o que penso ou sinto...
    O fato é que o tempo está cada vez mais curto, e sem essa de o mundo vai acabar... Quando eu falo que o tempo está curto, é por que quero dizer que todos nós, na maioria das vezes esquecemos de dar valor ao que realmente é importante, cada momento está sendo perdido por coisas chamadas de ‘medo’, ‘orgulho’ e ‘renúncia’.
    Sabemos lá no fundo o que queremos, mas na maioria das vezes temos medo do que a “sociedade” vai achar de nós se agirmos de tal forma ou falarmos algo... é a realidade. Já que vivemos em um meio totalmente desigual.
    Eu sei o que eu quero, você também sabe o que quer. Sabemos o que somos e como queremos ser daqui a 10 anos. Vamos realmente deixar o que sonhamos de lado ou o até mesmo perder o que amamos por medo e covardia?
     Acho que temos uma escolha a fazer entre o sincronismo de uma vida inteira regulada e entre uma vida da qual somos autores. Qual é sua escolha? Qual é o caminho que queres? Você sabe a resposta, assim como eu sei a minha. Não vamos perder tempo, façamos ele agir a nosso favor. As escolhas são suas e as distâncias são impostas por você, hoje nada mais é difícil quando se realmente quer.

- Leny Mara S. Antunes -


Postagens mais visitadas deste blog

Pedras Preciosas 5#

Pedras Preciosas 4#